O que foi o Apartheid na África do Sul?



O termo, em africâner, língua dos descendentes de europeus, significa "separação", e foi atribuído ao regime político de segregação dos negros na África do Sul, que durou, oficialmente, 42 anos


Nelson Mandela deixou a prisão há 20 anos, no dia 11 de fevereiro de 1990. A liberdade do líder foi o mais forte sinal do fim do regime de segregação racial na África do Sul, o apartheid.

Colonizada a partir de 1652 por holandeses e tendo recebido imigrantes de outras partes da Europa e da Ásia, a África do Sul tornou-se, em 1910, uma possessão britânica. Desde a chegada dos primeiros europeus, há mais de três séculos, a história do país africano, que será a sede da Copa do Mundo em 2010, foi marcada pela discriminação racial, imposta pela minoria branca.

Como protesto a essa situação, representantes da maioria negra fundaram, em 1912, a organização Congresso Nacional Africano (CNA) à qual Nelson Mandela, nascido em 1918, se uniu décadas depois. No CNA, Mandela se destacou como líder da luta de resistência ao apartheid.

O pai de Mandela era um dos chefes da tribo Thembu, da etnia Xhosa e, por isso, desde cedo, o garoto foi educado e preparado para assumir a liderança de seu povo. "Ele recebeu o melhor da Educação de sua tribo e foi iniciado em todos os rituais. Mas também teve o melhor da Educação europeia, estudando em bons colégios”, explica Carlos Evangelista Veriano, professor de História da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas).

O apartheid oficializou-se em 1948 com a posse do primeiro-ministro Daniel François Malan, descendente dos colonizadores europeus - também chamados de africâners. “Embora a história oficial omita, sabemos que os ingleses foram os financiadores do apartheid, já que o Banco da Inglaterra custeava todos os atos do governo sul-africano”, afirma Veriano.

Com o novo governo, o apartheid foi colocado em prática, instituindo uma série de políticas de segregação. Os negros eram impedidos de participar da vida política do país, não tinham acesso à propriedade da terra, eram obrigados a viver em zonas residenciais determinadas. O casamento inter-racial era proibido e uma espécie de passaporte controlava a circulação dos negros pelo país. “É importante lembrar que essa política teve clara inspiração nazista”, diz o professor.

Embora tenha sido preso diversas vezes antes, Mandela já cumpria pena desde 1963 quando recebeu a sentença de prisão perpétua. Porém, com o passar dos anos, o mundo passou a se importar mais com a inadmissível situação da África do Sul, que começou a receber sanções econômicas como forma de pressão para acabar com o apartheid. Em 1990, com o regime já enfraquecido, Mandela foi solto, depois de 27 anos no cárcere. O governo, liderado por Frederik De Klerk, revogou as leis do apartheid. Três anos depois, Mandela e Klerk dividiram o Prêmio Nobel da Paz.

Em 1994, nas primeiras eleições em que os negros puderam votar, Mandela foi eleito presidente do país. O filme Invictus, dirigido por Clint Eastwood, em cartaz atualmente nos cinemas, tem como foco a história de Mandela (interpretado por Morgan Freeman) logo que ele assume a presidência. A obra mostra como o líder governou não com a intenção de se vingar dos brancos, mas sim de realmente transformar o país em uma democracia para todos.

17 comentários:

adriano disse...

eu entendi que o filme fala sobre o racismo a desigualdade a descriminalizÂo socil

*-* jord@n *-* disse...

no texto fala sobre deziqualdade social
e discriminação sobre negros *-*

MATHEUS*-* disse...

o texto fala sobre desigualdade sociale tambem sobre descriminação sobre os negros....

Ana Claudia disse...

Eu gostei muito do texto pq ele fala do pre conceito racial q hoje nao acontece muito mas ainda existe.Nao so existe descriminaçao no Brasil,tbm existe em outros paises.

vanessa disse...

Eu achei muito importante este texto,pois fala do preconceito racial,que foi um grande problema,nao so foi como e,pois hoje em dia ainda existe muitas discriminaçaoes em nosso pais.Mas Mandela foi um grande exemplo para todo o mundo,foi ele quem tirou um pouco da discriminaçao racial do mundo todo.

UANDERSON disse...

EU ENTENDI QUE AS AUTORIDADE NA QUELE PAIS MANDAVA NAS PESOAS MORENA PORQUE ELAS NAO TINHA CONDISOES ENTAO TRATAVA COM RACISMO

aline disse...

Bom a história de Mandela é uma historia verdadeira que comove e nos ensina muito,pois mandela passou muitas coisas e mesmo assim ele continuou a ser um homem, honesto cheio de paz e amor para dar,principalmente para os proprios brancos que o colocou na cadeia.E ainda depois de ter passado muitos anos trancado em uma sela sofrendo muito depois de 27 anos foi liberto e ainda ganhou a eleiçao e foi eleito a presidente da Africa Do Sul.Na minha opinião devemos nos espelharmos no exemplo dele assim diminuimos muitas coisas ruins entre os seres humanos.

*-*d3d3*-* disse...

Eu entendi que o filme sobe copa do mundo e descriminaçao sobren o negre.

Anônimo disse...

Bom eu achei o texto muito interessante porque;fala de uma historia de negros que nao tinha o mesmo direito que nos os "brancos" o autor Nelson Mandela teve um bom tema ou seja uma boa historia contada entre os nobres da africa do sul alem disso aquele pais na verdade e um pais de negros tambem fala que o pai de Mandela fez parte de uma grande tribo thembu
da etnia Xhosa e o pai dele era muito popular entre os nobres naquele ano
entao e isso.

ROSIELI disse...

Eu gostei muito da historia de Mandela por que fala de pessoas negras que nao tinha o mesmo direitos que os brancos.MANDELA teve uma vida muito sofrida pq passou 24 anos preso por isso devemos saber que ele nao teve uma vida facil.

GISLAINE E RAFAEL disse...

achamos que o texto ele é muito importante porque no texto conta que os negros eles nãO tem os mesmos direitos que os brancos na nossa opinião achamos, que é uma descriminação com os negros

gissele disse...

o texto fala que os negros não tinhan o mesmo direito que os brancos.

Gessica e Geisa disse...

Nós achamos o texto muito interessante,pois fala sobre o preconceito com os negros.Fala sobre tudo que Nelson Mandela passou em sua vida, as dificuldades que ele enfrentou,mais nunca desistiu sempre lutou.

bruna franciny 7ano c disse...

Em minha opnião,o apartheid é um tipo de preconceito muito ruin que feriu muitas pessoas que conviveu com esta descriminação.E ainda mesmo depois do ocorrido muitas pessoas continuam sofrendo com relação as lembranças,senas orríveis,mortes,descriminação;algo que não era necessário acho que poderia ser diferente,talvez se o modo de governar fosse outro com amor onde verdadeiramente não existisse o preconceito racial.

fabiana dossanto g. disse...

o texto que o nelso mandela saiu da prisao em mil novecentos e noventa e dai ele foi eleito o presidente da africa.

luiz gustavo disse...

o que eu acho sobre o nelson mandela e que ele é um bom altor

Anônimo disse...

[url=http://www.armyofficer.org]Army Officer[/url]

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails